Locais a visitar em Lajes do Pico – Ilha do Pico

Tempo de leitura: 6 minutos | Ilha do Pico

Publicidade

Lajes do Pico é uma vila e sede de Concelho localizada na Costa Sudeste da Ilha do Pico. A simpática vila foi o primeiro local de povoamento da Ilha pouco antes de 1460, pelo navegador Fernando Álvares Evangelho e o seu cão (inclusive ainda se conservam as ruínas da sua casa).

Lajes do Pico é muito conhecida pela sua tradição baleeira e todos os anos no mês de agosto é realizada a Semana dos Baleeiros, maior festa do Concelho. As festividades terminam com uma procissão em homenagem à Nossa Senhora de Lurdes, padroeira dos baleeiros.

Lajes do Pico, Pico - Açores

Publicidade

A caça à baleia terminou no ano de 1984, no entanto a actividade turística com a observação dos cetáceos só tem crescido nos últimos anos, possibilitando aos visitantes incríveis momentos de encontro com a natureza. Na vila também são realizadas as famosas Festas do Espírito Santo.

A vila tem muito orgulho dos seus monumentos, como o Forte de Santa Catarina que atualmente funciona como Posto de Turismo, do Convento dos Franciscanos e a sua Igreja de Nossa Senhora da Conceição bem como as suas outras igrejas, capelas e ermidas.

Publicidade
Miradouro, Lajes do Pico
Miradouro, Lajes do Pico
Fotografia de Soraia Nogueira

Banhada pelo Oceano Atlântico a nordeste, leste e sul, a vila conta com uma gastronomia farta à base de crustáceos, moluscos e peixes de todos os tamanhos. Os queijos deliciosos são um ótimo acompanhamento para o vinho verdelho e um pão de massa sovada.

Veja abaixo os locais a não perder na sua estadia nas Lajes do Pico:

Publicidade

Farol da Ponta da Ilha / Manhenha

O Farol da Ponta da Ilha também é conhecido como Farol da Manhenha. Com 19 metros de altura e uma arquitectura sóbria, o farol é um dos mais recentes do arquipélago, tendo sido construído em 1946.

Tanto o farol quanto o edifício anexo, destinado à moradia dos faroleiros, encontram-se dentro da área de Paisagem Protegida de Interesse Regional da Ilha do Pico. Nas suas proximidades está um rico habitat costeiro com destaque para o Lotus azoricus e a não-me-esqueças.

Calheta de Nesquim

A Calheta de Nesquim é uma das freguesias do concelho de Lajes do Pico e foi o primeiro centro de baleação da Ilha. Na localidade é possível visitar diversos pontos de interesse como a Igreja de São Pedro, construída em estilo barroco e as zonas balneares da Praia da Poça das Mujas e da Feteira de Baixo.

Além disso, muitas das casas dos botes baleeiros ainda são abertas para visitação, com exposição dos botes autênticos e fotografias dos antigos baleeiros. Conta a lenda que a freguesia tem este nome pois numa noite tempestuosa, um barco carregado de madeira vindo do Brasil naufragou nas suas encostas. Apenas três tripulantes se salvaram graças aos latidos de um cão de bordo de nome Nesquim, que os teria guiado a uma calheta.

Publicidade

Museu dos Baleeiros

Museu Baleeiros - Pico - Açores

O Museus dos Baleeiros é o único no país especializado em baleação artesanal, estacional e costeira e possui uma área com cerca de 2 mil metros quadrados distribuído em três casas onde os baleeiros guardavam os seus botes.

O Museu está localizado em casas que datam do século XIX e ainda conservam as suas características de origem. A sua primeira exposição foi apenas no ano de 1979. Atualmente é possível ver uma coleção com os apetrechos que eram usados na caça à baleia e peças em osso e dente de cachalotes, o famoso “scrimshaw”.

Também é possível visitar no Museu uma biblioteca especializada no tema da caça à baleia e um auditório onde é exibido o filme “Os últimos baleeiros“. Na praça, no exterior do Museu, encontra-se a reconstituição de um traiol de derreter a fogo direto, usado para processar as peças desmanchadas das baleias.

Veja também: Museus nos Açores

Publicidade

Vigia da Queimada

Vigia da Queimada

(C) Vigia da Queimada

A Vigia da Queimada foi construída em 1939 e é uma antiga vigia de baleia que tinha o intuito de avistá-las e informar sua localização aos baleeiros. Foi a última vigia a ser desativada quando à caça aos cetáceos foi proibida no final da década de 80.

A vigia foi recuperada e, desde 1991, é usada para observação das baleias, direcionando via rádio as embarcações de turismo. A Vigia da Queimada está localizada num local alto com uma vista privilegiada para o Oceano Atlântico.

Saiba mais sobre aqui.

Igreja da Santíssima Trindade

A Igreja da Santíssima Trindade fica localizada no largo General Francisco Soares de Lacerda Machado, o Largo da Igreja, e teve o seu primeiro templo erguido em 1503. Conforme a população foi crescendo no século XIX, surgiu a necessidade de construir um maior.

A Igreja é constituída de três naves, sendo a capela-mor e dois absidíolos e possui sua fachada rebocada e pintada de branco. Seu interior é amplamente iluminado, com teto de madeira e coro-alto sobre arcos apontados e arco triunfal.

Convento dos Franciscanos e Igreja de Nossa Senhora da Conceição

O Convento dos Franciscanos é datado do século XVII e possui em anexo a Igreja de Nossa Senhora da Conceição. Atualmente abriga os serviços da Câmara Municipal, da Polícia de Segurança Pública e das Finanças.

Publicidade

De acordo com a história, uma senhora ergueu uma ermida de nome Nossa Senhora da Conceição no local que havia sido sepultado o seu pai. Em 1629, foi fundado o convento junto à ermida e ampliado no século seguinte.

O Convento possui dois pisos com destaque para a sua torre sineira, de planta quadrangular e três pisos. A Igreja possui uma nave só. O conjunto todo é classificado como Imóvel de Interesse Público.


A bela e simpática vila de Lajes do Pico é um convite à excelente gastronomia, a conhecer a tradição baleeira, observar os cetáceos e a visitar localidades recheadas de história. As suas paisagens deslumbrantes e o seu património cultural valem a pena de serem conhecidos! Desfrute da sua estadia.

Não perca também: Locais a visitar na Ilha do Pico >


Promoções de Viagens para os Açores