Angra do Heroísmo – Ilha Terceira

Angra do Heroísmo está localizada na costa sul da Ilha Terceira. A cidade é a capital histórica dos Açores e também sede da diocese de Angra.

O Centro Histórico da cidade de Angra do Heroísmo foi classificado como Património Mundial pela Unesco em 1983. Angra do Heroísmo é também sede do Regimento de Guarnição nº1, uma das unidades militares portuguesas mais antigas.

Angra do Heroísmo
Angra do Heroísmo
Fotografia de Filipe Bem
Na sua estadia na Ilha Terceira, pode também fazer esta excursão de um dia, com almoço e guia incluído.

História de Angra do Heroísmo

Angra do Heroísmo já foi a cidade mais importante dos Açores. Foi escolhida como local de habitação pelos primeiros povoadores. As primeiras casas foram construídas na encosta, e no lugar mais alto foi iniciado a construção de um castelo com a função de defender aquele povoado. O castelo era conhecido como castelo dos Moinhos, que actualmente é o Alto da Memória.

Ao longo do século XVI a povoação foi crescendo, passando à categoria de vila e, em 1534, foi a primeira do arquipélago dos Açores a ser elevada à categoria de cidade. No mesmo ano ela também foi escolhida pelo Papa Paulo II para a sede da Diocese de Angra, com jurisdição sobre todas as ilhas dos Açores.

Mais um dia a nascer…
Mais um dia a nascer…
Fotografia de Pedro Neves

Muito do seu progresso deu-se pela importância do seu porto, que servia como escala da chamada Carreira da Índia, onde as embarcações paravam para reabastecimento e reaparelhamento das embarcações com as mercadorias e valores vindos da Índia e do Brasil.

Muita história se passou nesta pequena cidade, como a expulsão dos espanhóis em 1641, levando o título de “Sempre Leal Cidade” e a detenção de Afonso VI de Portugal na Fortaleza do Monte Brasil de 1669 a 1684.

Angra do Heroísmo também foi capital da Província dos Açores, sede do Governo-geral e residência dos Capitães-generais, foi também sede da Academia Militar de 1810 a 1832.

Em reconhecimento a tantos serviços de destaque realizados na cidade, em 1837 foi criado um decreto que deu o título à cidade de Angra do Heroísmo de “mui nobre, leal e sempre constante cidade de Angra do Heroísmo”.

Angra do heroísmo
Angra do heroísmo
Fotografia de Dahra Santos

Locais a visitar em Angra do Heroísmo

Angra do Heroísmo é um lugar cheio de história e por isso está cheio de atrativos turísticos para conhecer. Abaixo segue uma lista dos principais atrativos da cidade:

Centro Histórico

O centro histórico de Angra do Heroísmo é repleto de património histórico e cultural. A começar pela maior festa não religiosa que acontece anualmente no centro histórico, as Sanjoaninas. Uma festa que remete-se ao século XVI, tem uma duração de cerca de uma semana e o tema varia de ano para ano.

Pelas ruas de Angra…
Pelas ruas de Angra…
Fotografia de Ana Rodrigues

O Museu de Angra do Heroísmo, que está localizado na Ladeira de São Francisco, no antigo Convento de São Francisco é datado do século XVII. O museu apresenta um acervo com colecções náuticas, militares e de belas artes.

A Igreja de Nossa Senhora da Guia é onde está sepultado o irmão mais velho de Vasco da Gama, que estava de regresso da 1ª viagem marítima à Índia em 1499 quando se pôs doente e veio a falecer.

Ainda no centro histórico encontra a Igreja Santíssimo Salvador da Sé, fundada em 1570 e concluída em 1618. Possui painéis do século XVI e altar do início do século XVIII. Ela sofreu com o sismo de 1980 e mais tarde perdeu a torre direita.

Chegando
Chegando
Fotografia de Deja Braulio

O Palácio Bettencourt é do século XVII e tem estilo barroco, actualmente é uma biblioteca. O centro histórico ainda possui o antigo Palácio Episcopal de 1544, os muros do Convento de São Gonçalo da Ordem de Santa Clara, datado de 1545.

O Edifício Palácio dos Capitães Generais é o antigo colégio jesuíta. Neste palácio já ficou dois Reis, o Dom Pedro IV (1832) e Dom Carlos (1901).
Fora esses existem outros monumentos históricos que valem a pena conhecer no centro histórico de Angra do Heroísmo.

Rua da Sé
Rua da Sé
Fotografia de Ana Sousa

Marina de Angra do Heroísmo

A marina de Angra do Heroísmo está situada na zona leste da Baía de Angra. Esta foi inaugurada em 2004 e está localizada onde antes era o Porto de Angra.

Este local é de grande importância: era onde passavam diversas naus e embarcações que seguiam as rotas comerciais. A marina tem capacidade para cerca de 300 embarcações e possui excelente infraestrutura para os utilizadores e visitantes.

Monte Brasil

O Monte Brasil é uma península formada a partir da erupção de um vulcão submarino na Ilha Terceira. Este vulcão teve origem no mar e com sua erupção criou uma angra, surgindo então a cidade de Angra do Heroísmo.

Este faz parte do Parque Natural da Ilha Terceira e de uma Reserva Natural. O Monte é considerado o maior aparelho vulcânico do Litoral dos Açores e de cima do monte é possível ver a junção da Ilha Terceira com o extinto vulcão.

Angra do Heroismo
Angra do Heroismo
Fotografia de José Cachopo

Veja também: Monte Brasil visto do céu

O Monte Brasil, além de ter muita história representada através das várias construções nela instalada, também é uma ótima opção para ter mais contacto com a natureza. É possível fazer caminhadas relaxantes ou até mesmo trilhos pedestres passando pelas fortificações, muralhas e apreciando a paisagem belíssima de uma região de origem vulcânica.

Jardim Duque da Terceira

Jardim Duque da Terceira

Jardim Duque da Terceira: ao fundo, a baía de Angra. (C) Carlos Luis Cruz

O Jardim Duque da Terceira, que é o Jardim Municipal, está localizado no centro histórico e é considerado um dos mais bonitos jardins clássicos dos Açores.

O Jardim está inserido no terreno dos antigos Convento dos Jesuítas, actual Palácio dos Capitães-Generais e do Convento de São Francisco, actual Museu de Angra do Heroísmo.

O jardim ainda tem conservado dois valiosos elementos da antiga cerca dos Franciscanos: o “Tanque do Preto”, um antigo tanque de rega da cerca, onde há uma estátua de um negro vestindo um colar indígena brasileiros e também um conjunto de quatro painéis de azulejos representando uma passagem bíblica do “Filho Pródigo” de 1740.

Sé de Angra do Heroísmo

Sé Catedral
Sé Catedral
Fotografia de José Cachopo

A Igreja do Santíssimo Salvador da Sé, que também é referida como Sé de Angra do Heroísmo, está localizada no centro histórico de Angra do Heroísmo e é a Sede do Bispado de Angra, englobando todo o arquipélago dos Açores.

A Igreja do Santíssimo Salvador da Sé é o maior templo religioso da cidade e da área urbana, sendo também classificada como Património da Humanidade.

Dia molhado em Angra
Dia molhado em Angra
Fotografia de Mário Amaral

A Sé foi construída sobre a antiga Igreja de São Salvador, datada do século XV. Da antiga igreja resta apenas o altar mor, que se localiza abaixo da capela.

A actual igreja foi construída em 1570 e depois disso passou por diversas reformas devido às condições meteorológicas e calamidades como o terramoto de 1980 e um incêndio em 1984.

Alto da Memória

Reflexo do Alto da Memória, Angra do Heroísmo
Reflexo do Alto da Memória, Angra do Heroísmo
Fotografia de Márcio Borges

O Alto da Memória, também conhecido como Outeiro da Memória, está localizado no topo do belíssimo Jardim Duque da Terceira.

O Obelisco foi erguido no local onde antes foi o primeiro castelo de defesa, o chamado Castelo dos Moinhos de 1474. Ele foi construído no século XIX em homenagem à Pedro I de Portugal por sua passagem durante a Guerra Civil Portuguesa de 1828 a 1834.

No pica de angra do heroísmo
No pica de angra do heroísmo
Fotografia de Dahra Santos

O monumento ficou praticamente destruído com o terremoto de 1980, sendo reconstruído em 1985. Do Alto da Memória tem-se uma vista deslumbrante de diversos patrimónios como a própria Angra do Heroísmo e da sua baía, assim como do Monte Brasil, dos Fortes de São Sebastião e de São João Baptista, da Serra do Mourião e da Serra da Ribeirinha.

Igreja da Misericórdia

Igreja da Misericórdia - Angra do Heroísmo - Terceira, Açores

A Igreja da Misericórdia está localizada no centro histórico e é uma construção do século XVIII. Ela foi edificada no local de um antigo templo do século XV dedicado ao Santo Espírito, onde teve anexo o primeiro hospital da cidade.

A grandiosa construção possui uma fachada alta e imponente, no seu interior há painéis de azulejo do século XVIII e imagens representando a descida do Espírito Santo sobre a virgem e os apóstolos.

Baía de Angra do Heroísmo

Baia dàngra
Baia dàngra
Fotografia de Duarte Diniz

A Baía de Angra do Heroísmo está localizada na Costa Sul da Ilha. Esta foi de extrema importância a partir do século XV, pois abrigada o porto de abrigo das naus e embarcações que carregavam mercadorias e valores e paravam por lá até prosseguirem viagem.

As suas águas possuem uma profundidade de 40 metros e além de ter sido um local histórico, muitas pessoas aproveitam para passear na marina apreciando a sua paisagem ao redor, como o Monte Brasil e o Forte de São Sebastião. Muitos visitantes também param para apreciar as aves que param no local.

Praça Velha

No início da cidade era apenas uma pequena praça reconhecida apenas como “Praça”. Era o local de encontro dos moradores da cidade e continua a ser.

Esta praça ao longo dos anos já teve outros dois nomes “Dos Santos Cosme e Damião” e “Praça da Restauração”. Já aparecia em cartas desde o século XVI e sempre foi a sala de visitas da cidade. Liga ruas principais do centro histórico e fica em frente a Câmara Municipal de Angra do Heroísmo.

Camara Municipal Angra do Heroismo
Camara Municipal Angra do Heroismo
Fotografia de José Cachopo

Hoje em dia recebe muitas barraquinhas de artesanatos, possui muitas esplanadas e é um local de encontro dos moradores e visitantes.

Estátua Vasco da Gama

A chegada
A chegada
Fotografia de Pedro Neves

A Estátua Vasco da Gama está localizada no pátio da Alfândega próximo às portas da cidade. Numa das suas viagens de regresso das expedições, Vasco da Gama parou na cidade e acabou por sepultar na cidade o seu irmão mais velho, que morreu de uma enfermidade.

Segundo o que se conta, Vasco da Gama ficou muito abalado e abatido pela morte do seu irmão e após o ocorrido passou cerca de 3 meses na Ilha Terceira.

A Estátua foi oferecida por um emigrante da Ilha que quis homenagear Vasco da Gama e sua passagem pela Ilha Terceira.

Convento de São Francisco

O Convento de São Francisco era a sede da Província franciscana de São João Evangelista, que congregava os religiosos franciscanos dos Açores

Hoje o Convento compreende o Museu de Angra que está localizado no centro histórico de Angra do Heroísmo. O edifício actual terá sido construído por volta de 1663 e o anterior em aproximadamente 1474. A nova construção deu-e pela necessidade de ampliação do edifício.

O Novo Convento foi inaugurado em 1672. Após a extinção das ordens religiosas o Convento passou a servir como Liceu em 1834 e em 1969 foi instalado o actual Museu de Angra do Heroísmo.

O interior do Museu é riquíssimo, com belos painéis de azulejo e várias esculturas. Na igreja foram sepultados pessoas ilustres como o descobridor da Terra Nova, João Vaz Corte-Real e o irmão de Vasco da Gama, Paulo da Gama.

Igreja do Colégio

A Igreja do Colégio, também chamada de Igreja de Santo Inácio de Loyola, pertencia ao antigo colégio jesuíta e foi edificada em meados do século XVII.

Está localizada no Largo Prior, próximo ao Jardim Duque da Terceira. Sua função era servir o Colégio da Companhia de Jesus em Angra. A sua construção foi feita entre 1636 e 1637, mas foi aberta ao culto religioso apenas em 1651. Foi classificada como Imóvel de Interesse Público e também sofreu com o terramoto de 1980, passando depois por um restauro.

Fortaleza de São João Batista

A Fortaleza de São João Baptista, também conhecida como Castelo de São João Baptista, integra um complexo defensivo iniciado durante a Dinastia Filipina (1580-1640). Está localizada na península do Monte Brasil e é uma das fortificações mais importantes dos Açores justamente pelo seu grande porte.

Esta fortificação, construída pelos espanhóis foi colocada sob a invocação de São João Baptista, foi colocada como um dos vértices do triângulo defensivo espanhol. Na época protegia as frotas da prata americana, da Carreira da Índia e do Brasil.

Juntamente com o Forte de São Sebastião faziam a defesa da baía de Angra contra os ataques dos piratas e corsários que vinham atrás do tesouro trazidos pelas embarcações que vinham da Índia e do Brasil.

Forte de São Sebastião

O Forte de São Sebastião, também conhecido como “Castelo de São Sebastião”, está localizado no porto de Pipas, no alto de uma pequena colina no centro histórico de Angra do Heroísmo. Esta foi a primeira grande fortificação marítima da cidade.

O Forte de São Sebastião juntamente com a Fortaleza de São João Baptista teve muita importância para a região na defesa das ilhas do arquipélago dos Açores, contra os assaltos dos piratas e corsários, pois ali era o ponto de escala das embarcações da Carreira da Índia e das frotas do Brasil que estavam em trânsito para Portugal.

Fotos

Angra do Heroísmo
Angra do Heroísmo
Fotografia de Nelson Ribeiro
Angra do Heroísmo
Angra do Heroísmo
Fotografia de Carla Dias

Vídeo

Angra do Heroísmo é uma cidade riquíssima em história e um dia na cidade não será suficiente para conhecer todo património valioso que ela tem. Recomenda-se visitar e desfrutar de toda história que esta tem para contar, além de ouvir da boca dos próprios moradores histórias que só são conhecidas por quem vive na história.

Não perca também: Locais a visitar na Ilha Terceira


Avalie este conteúdo