Mergulhar nos Açores

Localizado na parte nordeste do Oceano Atlântico, o arquipélago dos Açores é composto por nove ilhas paradisíacas, divididas em três grupos: o Oriental, formado pelas ilhas Santa Maria e São Miguel, o Central, pelas ilhas Faial, Graciosa, Pico, São Jorge e Terceira, e o Ocidental, pelas ilhas Corvo e Flores.

E pela imensidão de azul que se observa ao chegar nos Açores, este lugar é ideal para a prática de mergulho.

A sua localização privilegiada, com uma excelente condição climática e níveis de correntes marítimas favoráveis, oferece a todos os mergulhadores uma grande diversidade de espécies de fauna e flora submarinas, como algas, cardumes e peixes.

Mergulhar nos Açores

Melhor época para prática de mergulho

A melhor época para praticar esta atividade nos Açores é no verão, entre os meses de junho e setembro, quando as temperaturas das águas são bastante agradáveis, entre 17 e 24 graus, sendo possível também realizá-la durante os outros meses do ano, pois a água encontra-se sempre limpa e com boa visibilidade (até 30 metros adentro).

Em todas as ilhas do arquipélago existem centros de mergulho credenciados e disponíveis a atender todos os interessados em mergulhar.

Os serviços oferecidos incluem o aluguer de embarcações e dos equipamentos necessários, pois os mergulhos acontecem principalmente nas pequenas ilhotas e grutas próximas às ilhas principais. Consulte os preços nos próprios centros de mergulho.

Sem contar que mergulhar dá uma sensação de paz e tranquilidade, bem como permite conhecer um novo mundo, que é o ambiente marinho. É uma aventura para momentos inesquecíveis, com paisagens de tirar o fôlego e ótimas fotografias.

Portanto, se estiver a planear viajar até os Açores e desfrutar de uma aventura debaixo de água, não deixe de realizar um mergulho pelas águas do Oceano Atlântico, repleto de belezas naturais e um conjunto de fauna e flora incríveis.

Mergulhar nos Açores

Principais spots de mergulho nos Açores

Aos iniciantes em mergulho, recomenda-se começar pela Ilha Graciosa, em Santa Cruz da Graciosa, a realizar o trajeto até o Ilhéus do Carapacho, a passar pela Baía da Poça, região de pouca profundidade e fácil acesso. Há várias espécies de nudibrânquios, além de meros, moreões, garupas, salemas, vejas, lírios e bicudas.

Para quem já mergulhou antes, mas ainda não possui um grau avançando nesta atividade, a Ilha das Flores é uma boa opção. As ilhotas que compõem a ilha principal têm pontos de profundidade um pouco maiores que as da Graciosa, como a Baixa de São Pedro e a Baixa dos Morros (cerca de 20 a 30 metros).
As espécies encontradas nesta zona são: peixes-balão, moreias-pretas, moreões, abróteas e cavalos marinhos, além de locais onde vivem bicudas, lírios, serras e enxaréus.

Na Ilha de São Miguel, o local mais procurado para mergulhar é o Ilhéu de Vila Franca, a encontrar uma vida marinha abundante, como castanhetas-amarelas, peixes-rainha, garoupas, vejas, bodiões-vermelhos, peixes-cão, moreias, polvos e meros. Ainda, próximo da areia, é possível observar ratões e nas colunas de água cardumes de enxaréus, bicudas, lírios e anchovas.

Ilhéu de Vila Franca do CampoVeja também: Ilha açoriana eleita melhor destino para mergulhar com jamantas

Outra ilha que se destaca em mergulho é a Terceira, principalmente na bela Baía de Angra. Situada em Angra do Heroísmo, no local está o famoso Cemitério das Âncoras, a render um mergulho histórico entre restos de navios e mais de 40 âncoras perdidas. Espécies marinhas como comosargos, besugos juvenis, meros de grande porte, moreias-pintadas, salemas, lírios e ratões podem ser encontradas durante o mergulho.

Já os mais experientes mergulhadores certamente encontraram na Ilha do Pico o local mais avançado e perigoso para mergulhar. Destacam-se as três Baixas do Canal Pico-Faial (Baixa do Norte, Baixa do Sul e Baixa da Barca), com a mais importante variedade de espécies marinhas dos Açores. As espécies mais vistas pelos mergulhadores são: anchovas, serras, bonitos, enxaréus, bicudas, lírios, jamantas, peixes-lua, peixes-cão, moreias, badejos, rocazes, abróteas, canários-do-mar e cardumes de chicharro.

Diving in the Azores

As demais ilhas do arquipélago também oferecem experiências de mergulho e com diferentes espécies de peixes, cada uma com suas particularidades. No entanto, os mergulhos costeiros são um ponto comum em todas as ilhas, devido à origem vulcânica e formação geológica.

Os mares dos Açores possuem os denominados “montes submarinos”, elevações de terra que emergem do fundo oceânico, às vezes até 1000 metros, a chegar próximo da superfície.

São pontos interessantes para mergulhar, a destacar o Banco Princesa Alice, Banco D. João de Castro, Ilhéus das Formigas e Banco Dollabarat. Há nestes lugares uma variedade única de ecossistemas marinhos, formado por espécies comuns dos Açores e outras específicas, como peixes pelágicos, jamantas e espécies de cetáceos.

Veja também: Spots de Mergulho nos Açores

Dicas para mergulhar

Antes de mergulhar nos Açores, é preciso fazer uma avaliação da sua saúde, principalmente se tiver problemas de saúde como sinusite, problemas respiratórios, ou mesmo alguma doença grave. Tudo isso deve ser visto antes para não comprometer a sua saúde e segurança durante a prática. A sinusite é um problema bastante comum e, mesmo em pouca profundidade, pode causar um certo desconforto que dificulta a realização da atividade de mergulho.

Diving in the Azores

Além disso, é fundamental que saiba nadar e tenha um certificado internacional de mergulho. Caso não o tenha, é extremamente necessário estar acompanhado de instrutores credenciados durante toda a prática do mergulho e realizar um rápido curso sobre as regras básicas do mergulho, a importância dos equipamentos e um pequeno teste para colocar em prática os conhecimentos obtidos. É popularmente conhecido como Baptismo de Mergulho. Consulte as várias empresas que prestam este tipo de serviço nos Açores.

Outra dica importante na hora de mergulhar é o controle da respiração debaixo da água. Respire de forma lenta e profunda, através do seu diafragma, e dessa forma expire lentamente, sempre com o ato de inalar e exalar, isso vai permitir mais gás ao seus pulmões e, consequentemente, uma melhor conservação do oxigénio.

Por fim, os seus movimentos também devem ser feitos devagar durante o mergulho, pois além de evitar o esforço indevido, ajuda a reduzir o consumo de oxigénio. Sendo assim, ao movimentar a sua barbatana, faça-o lentamente, minimizando todos os movimentos dos braços.

Mergulho nos Açores

Equipamentos necessários para mergulhar

É muito importante utilizar todos os equipamentos necessários para mergulhar, cujo objetivo é garantir a segurança e o bem-estar do mergulhador. Segue abaixo a lista dos principais equipamentos e as suas funções.

  • Máscara: a utilização da máscara é essencial para poder observar toda a vida marinha com clareza e conforto;
  • Snorkel: o uso deste equipamento permite respirar mesmo com o rosto submerso. Desta forma, quando estiver a mergulhar próximo da superfície, não é necessário retirar o rosto da água para respirar, tornando a atividade mais eficaz;
  • Barbatanas: este equipamento irá garantir a sua propulsão dentro da água e deixar as mão livres;

Trajes de mergulho:

  • Luvas: são acessórios opcionais, mas protegem o mergulhador da temperatura e de locais propícios a cortes ou queimaduras;
  • Botas: os calçados servem para proteger e aquecer os nossos pés debaixo da água. Prefira botas com sola antiderrapante, para uma maior segurança.
  • Pesos: o traje de mergulho juntamente com o corpo faz aumentar a flutuabilidade, por isso, para facilitar a descida do mergulhador, os pesos são utilizados. Geralmente são feitos de chumbo e podem pesar de 1 até 5 kg;
  • Bandeiras de mergulho: as bandeiras são usadas para indicar que há mergulhadores lá em baixo;
  • Bolsa de equipamentos: facilita o transporte de equipamentos e acessórios durante a prática de mergulho.

Mergulhando nos Açores – Vídeo

Portanto, se gosta de mergulhar, não deixe de praticar esta atividade em sua passagem pelos Açores. Experiência única e sensacional!


Mergulhar nos Açores
4.5 (90%) 6 avaliações



Alojamentos nos Açores aos melhores preços: