Ponta dos Rosais – Ilha de São Jorge

Tempo de leitura: 4 minutos | Ilha de São Jorge

A Ponta dos Rosais fica localizada na freguesia dos Rosais, concelho de Velas, na Ilha de São Jorge. Esta área, correspondente ao extremo Noroeste da Ilha, fica a mais de 200 metros de altitude e é pouco povoada.

As suas proximidades são usadas para a agricultura e a área conta com a presença constante de turistas. Em seus arredores encontram-se belíssimos mirantes que oferecem vistas surreais da costa norte.

Ponta dos Rosais - São Jorge - Açores

Além disso, esta área conta com uma flora e uma fauna muito ricas, com destaque para muitas aves marinhas nidificantes, como o garajau-rosado, o garajau-comum e o cagarro. Os exemplares da flora que mais se destacam são a urze e o não-me-esqueças.

Nesta área há também a Baixa da Ponta dos Rosais, formação geológica cujo acesso só pode ser feito pelo mar. A sua coroa, a 15 metros de profundidade, tem uma diversidade muito grande de cardumes.

Ilhéu Ponta dos Rosais, São Jorge, Açores

(C) José Luís Ávila Silveira/Pedro Noronha e Costa

E onde a terra termina, estão localizados os ilhéus dos Rosais e o Farol dos Rosais.

Características

De cima da falésia, a paisagem é encantadora. No oceano só se avista a Ilha do Faial e a Ilha do Pico a 15 quilómetros de distância, tudo o resto é mar.

A Ponta dos Rosais, as falésias e os ilhéus fazem parte de uma zona especial de conservação com uma área geográfica de 979 hectares. Esta reserva é formada por duas áreas distintas: a Ponta dos Rosais e a outra formado por uma falésia rochosa com calhau rolado junto ao mar.

O local é de fundamental importância para as aves marinhas nidificantes, por isso é muito importante que se mantenham os limites impostos pelas leis que protegem o local, de forma a manter a conservação da fauna e flora do local.

Conservação

A conservação da Ponta dos Rosais, no entanto, não é uma tarefa fácil, visto que a presença de muitos predadores terrestres que foram introduzidos na ilha limita a nidificação de grande parte das aves marinhas.

Da mesma forma, a invasão de plantas exóticas, fez com que houvesse perda do habitat de nidificação disponível para os procellariiformes.

Ilhéu Ponta dos Rosais, São Jorge, Açores

(C) José Luís Ávila Silveira/Pedro Noronha e Costa

Farol da Ponta dos Rosais

O Farol da Ponta dos Rosais foi inaugurado em maio de 1958. Na época era considerado o melhor e mais tecnológico farol nacional, tendo inclusive auto-suficiência de água e energia.

O Farol da Ponta dos Rosais foi evacuado definitivamente em 1980, depois de uma sequência de desabamentos nas falésias provocado por um terremoto. Funcionou automaticamente até 1982, quando foi instalado um farolim pequeno alimentado à energia solar em cima da sua torre.

Ponta dos Rosais
Ponta dos Rosais
Fotografia de Ricardo Brandão

Hoje tanto o Farol da Ponta dos Rosais quanto toda a sua estrutura de edifícios e residências encontram-se arruinados. O que é realmente uma pena pois a vista do recinto do Farol é deslumbrante, tendo os ilhéus dos Rosais, as ilhas do Faial e Pico no seu horizonte.

A região, os ilhéus e as falésias permanecem como Sítio de Interesse Comunitário, criado pela Directiva Habitats da União Europeia.

Para chegar até o Farol da Ponta dos Rosais, existe uma estrada longa e térrea. Avisos alertam para o risco de queda, pois as suas estruturas ficaram abaladas após o terremoto de 1980.

De toda forma, a Ponta dos Rosais e toda a sua zona de conservação são locais de visita obrigatória, durante a sua estadia na Ilha de São Jorge.

Na vigia da baleia tem-se uma vista espetacular de todo o mar circundante. Nos dias abertos e limpos, consegue-se avistar as ilhas vizinhas do Pico, Faial, Graciosa e Terceira.

Veja também: Locais a não perder na Ilha de São Jorge


Promoções de Viagens para os Açores