Fajã dos Cubres – Ilha de São Jorge

Uma das paisagens mais exuberantes da Ilha de São Jorge é a famosa Fajã dos Cubres. Santuário da vida animal, principalmente de algumas espécies de aves marinhas, a Fajã de Cubres está localizada na costa norte da Ilha de São Jorge, uma das mais belas do arquipélago dos Açores.

O nome de fajã relaciona-se com uma planta muito abundante na região, cujas flores pintam de amarelo toda a encosta.

Além da vista estonteante, admirada do mirante do Fajã dos Cubres, a Lagoa dos Cubres também é uma das principais atrações da região, além de servir como fonte de camarões que são usados como iscas pelos pescadores locais.

Vista sobre a Fajã dos Cubres
Vista sobre a Fajã dos Cubres
Fotografia de Carla Dias

O acesso é feito por estrada asfaltada, esculpida na rocha, o que torna a aventura ainda mais espetacular, e na região, o contato com as aves marinhas é intenso, sendo possível observa-los em seu habitat natural e acompanhar seu ciclo reprodutivo.

Desastres naturais e religiosidade marcam a Fajã dos Cubres

A pequena população residente no Fajã dos Cubres aprendeu, ao longo do tempo, a conviver com desastres naturais, principalmente os terremotos. Em 1757 a comunidade foi totalmente destruída por um abalo sísmico. Reconstruída, a pequena vila ainda voltou a sofrer com um novo terremoto, em 1980, que trouxe inúmeros prejuízos.

Essas dificuldades fizeram emergir a religiosidade do povo local, que dedica anualmente, uma grandiosa festa à Nossa Senhora de Lourdes, e acredita-se também no poder curativo das águas que circundam a capela local, o que atrai muitos peregrinos e devotos.

Este povo acolhedor e de coragem recebe os visitantes de braços abertos e oferece pratos típicos específicos da região, o que, somado ao cenário deslumbrante tornam a Fajã dos Cubres um dos destinos mais impressionantes e rústicos de todo o arquipélago. Uma verdadeira imersão na natureza e uma experiência sensorial única e extremamente prazerosa.