Esperanças dos Açores: o que são e como são feitas

15 de Julho 2019: As Esperanças foram o doce vencedor da Região Autónoma dos Açores para estar presentes na Final das 7 Maravilhas Doces de Portugal. Está apurado como pré-finalista às 7 Maravilhas Doces de Portugal.

O resultado foi conhecido no programa especial, transmitido na RTP em directo da Matriz de Ponta Delgada, na Ilha de São Miguel.

Saiba abaixo o que são as Esperanças, como são feitas e a receita completa.

Esperanças dos Açores - 7 Maravilhas Doces de Portugal

História e o que são as Esperanças?

Honrando a tradição da Doçaria das Religiosas do Convento da Esperança, o doce que representou Ponta Delgada nas 7 Maravilhas Doces de Portugal foram as Esperanças.

Este doce tem muita história, que remonta a cerca de 80 anos atrás.

Inicialmente chamavam-se Bolinhos de Esperança e eram ligeiramente diferente (formato bola) e a cobertura era igualmente diferente. Toda a confecção das Esperanças (e as ligeiras alterações efetuadas) são da autoria da Confeitaria Colmeia, em Ponta Delgada, que conseguiu recuperar a receita original há cerca de 2 anos.

Estes bolinhos eram oferecidos pelas freiras, num jantar, após a procissão das Festas do Senhor Santo Cristo. Entretanto, com o passar dos anos este caiu no esquecimento, até que há 2 anos foi recuperada a receita num livro bastante antigo, pertencente às famílias que a guardaram até aos dias de hoje.

Este doce tem como madrinha a fadista, açoriana, Kátia Guerreiro.

Esperanças dos Açores - 7 Maravilhas Doces de Portugal

(C) Confeitaria Colmeia

A receita das Esperanças é baseada num doce do Convento de Nossa Senhora da Esperança, onde se encontra o Santuário do Senhor Santo Cristo dos Milagres, classificado como “Imóvel de Interesse Público” em 1953. Este é um espaço de particular importância para os açorianos que, todos os anos, no quinto Domingo após a Páscoa, se juntam para prestar culto ao Senhor Santo Cristo. Vêm não só de vários pontos da ilha como de vários pontos do mundo, sendo que esta época fica marcada pelo regresso dos imigrantes à sua terra natal para aquela que é a maior e mais antiga celebração religiosa do arquipélago e uma das maiores do país.
A conjugação dos seus ingredientes resulta uma massa rica e consistente, que é o coração das nossas Esperanças. De forma a modernizar o doce sem sacrificar a sua vertente mais tradicional e os sabores tipicamente associados aos doces conventuais, envolvemo-lo em finas camadas de massa crocante, pulverizadas com canela e açúcar confeiteiro.
O resultado é um doce que brinca com as texturas e oferece uma experiência de sabores rica e equilibrada.
Por conjugar o tradicional e o moderno, ter sido inspirado por uma receita de um dos locais mais queridos e simbólicos dos Açores e por ser um dos doces mais elogiados pelos que nos visitam, apresentamo-lo nesta edição das 7 Maravilhas Doces de Portugal!

Como fazer Esperanças (receita completa)

Massa

Para confecção da massa, os ingredientes necessários:

  • 1 chávena de chá de farinha de trigo;
  • 1 colher de sopa de banha (ou manteiga);
  • Pitada de Sal;
  • Água q.b.

Preparação da Massa

  1. Misture todos os ingredientes listados acima;
  2. De seguida deverá amassar tudo muito bem, até obter consistência para estender a massa;
  3. Estenda a massa – de forma muito fina – numa superfície previamente untada com um pouco de azeite.

Recheio das Esperanças

Esta é a parte principal deste doce, sendo necessário:

  • 1 colher de sopa de manteiga;
  • Pão de véspera ralado;
  • 125g de cidrão;
  • 100g de amêndoa;
  • 250g de açúcar
  • 4 gemas;
  • água q.b.

Preparação do Recheio

  1. Prepare uma calda de açúcar: Coloque o açúcar e água num tacho e deixe em lume brando até ferver em ponto de fio;
  2. De seguida, bata as gemas e junte à calda de açúcar em fio;
  3. Adicione o pão de véspera ralado (e demolhado em água);
  4. Envolva bem com a ajuda de um fouet / batedor;
  5. Adicione a amêndoa e envolva bem;
  6. Adicione o cidrão e envolva bem;
  7. Adicione a manteiga e envolva bem;

Após terminar o preparado do recheio, deixe arrefecer durante uma hora para poder juntar à massa.

Cobertura

  • Açúcar q.b.;
  • Canela q.b.;

Confecção final

  1. Com o preparado do recheio, faça pequenos rolinhos, e coloque sob a massa;
  2. Enrole cuidadosamente o rolo de massa com recheio no seu interior;
  3. No topo do doce, na parte que fica virada para cima no forno, faça dois pequenos golpes com uma faca;
  4. Coloque num tabuleiro para levar ao forno;
  5. De seguida, no forno pré-aquecido a 180ºC, deixe cozinhar por cerca de 20 minutos.
  6. Enquanto coze, faça um preparado de açúcar e canela para a cobertura.
  7. Após a cozedura, aplique a cobertura por cima das Esperanças;

Agora que já tem as suas Esperanças concluídas, desfrute do seu fantástico sabor.

Esperanças

(C) Confeitaria Colmeia

Onde comprar

Poderá comprar as Esperanças fisicamente na Confeitaria Colmeia ou online através da sua página de Facebook.

Localização e Contactos

Morada:
Av. Infante Dom Henrique s/n Loja 20
9500-764 Ponta Delgada

Telefone: 296 098 694
Facebook: https://www.facebook.com/ConfeitariaAColmeia/


Esperanças dos Açores: o que são e como são feitas
5 (100%) 2 avaliações