Queijadas da Graciosa

As Queijadas da Graciosa são um tradicional doce da Ilha Graciosa, arquipélago dos Açores, tornando-se assim um dos principais cartões de visita desta bela ilha. A sua confecção é toda realizada com produtos naturais, sempre respeitando as normas da doçaria da região.

Em 2003, Maria de Jesus Félix, responsável pela criação de uma fábrica de queijadas na Ilha Graciosa, recebeu do INPI o registo da marca Queijadas da Graciosa. Isto trouxe para a produtora mais comprometimento, passando então a monitorar e garantir os elevados padrões de qualidade de confecção do doce. Maria de Jesus Félix faleceu em 2014, mas a sua empresa é sinónimo de sucesso até aos dias de hoje.

Queijadas da Graciosa

Já no ano de 2015, uma importante conquista para as Queijadas da Graciosa foi o facto de terem recebido o Selo da Marca “Açores certificado pela natureza”, sendo então o primeiro produto da região a receber este tipo de certificação. No verão, as Queijadas da Graciosa chegam a ultrapassar uma produção diária de 3 mil queijadas.

Ao visitar a Ilha Graciosa (e também em todas as outras), não deixe de experimentar as Queijadas da Graciosa e maravilhar-se com este delicioso doce regional! Delicie-se!

O que são as Queijadas da Graciosa?

Consideradas como um dos doces mais famosos dos Açores, as Queijadas da Graciosa têm forma de estrela, possuem um sabor delicado, com uma massa exterior fina e estaladiça e o seu recheio é de ovos e leite, podendo encontrar também o sabor da canela.

Por algum tempo as queijadas eram uma iguaria exclusiva das casas da Ilha Graciosa e muita popular em festas e reuniões familiares que ocorriam nesta ilha.

Além disso, sua confecção nunca foi inteiramente revelada e a quantidade correta dos ingredientes são escondidas pelas doceiras do local, vindo a se tornar um “mistério” até os dias atuais.

Queijadas da Graciosa História

Há 25 anos, as Queijadas da Graciosa recebiam o nome de “covilhete de leite” ou “queijada da praia”, sendo um produto exclusivo da Ilha Graciosa, pois era um doce de especialidade exclusiva das donas de casa e admirado por todos da localidade.

No entanto, o doce teve maior referência após Maria de Jesus Félix abrir uma fábrica específica de queijadas, que teve um crescimento ao longo dos anos e tornou-se grande símbolo da ilha.

O aumento da procura do produto foi tanto que as Queijadas da Graciosa passaram a ser exportadas para o mercado continental e para os Estados Unidos da América, além de ser consumida por todo o arquipélago dos Açores.

Queijadas da Graciosa

Fábrica das Queijadas da Graciosa

Toda a produção ocorre na Reserva da Biosfera da Graciosa, pertencente à Rede Mundial de Reservas de Biosfera da UNESCO.

Regista-se, ainda, que a confecção das Queijadas da Graciosa está restrita à Vila da Praia. Portanto, se quer conhecer mais sobre sua história, faça uma visita à fábrica das Queijadas da Graciosa:

Morada

Rua Canada Nova 34-36 Rochela – Praia
9880-241, São Mateus

Contactos

Email: geral@queijadasdagraciosa.pt
Telefone: +351 295 712 911

Localização no Mapa

Onde comprar as Queijadas da Graciosa

Dada a popularidade deste produto, facilmente o encontra à venda em supermercados, hipermercados e lojas com outros produtos dos Açores, em qualquer ilha do Arquipélago.

Se estiver em Portugal Continental, poderá ver as lojas onde são comercializados produtos dos Açores, neste link.

Queijadas da Graciosa Ingredientes e Receita

Os ingredientes usados para fazer as deliciosas Queijadas da Graciosa são:

  • leite
  • açúcar
  • ovos
  • farinha
  • água
  • manteiga
  • canela
  • sal

Pode tentar fazer as suas Queijadas da Graciosa, no entanto há sempre o toque e segredo na sua confecção… deixamos-lhe, passo a passo, como fazer este maravilhoso doce:

  • Um dia antes de fazer a massa, é preciso preparar o recheio das Queijadas da Graciosa. Para isso, separe 1kg de açúcar, 2 litros de leite, 20 gemas, 2 colheres de sopa de manteiga e 1 pouco de canela (a gosto).
  • Ferva o leite com o açúcar até ficar muito espesso. Deixe arrefecer um pouco e adicione a manteiga e as gemas batidas. Retorne ao lume para cozer as gemas. Depois, guarde num recipiente para ser usado no outro dia.
  • No dia posterior, é hora de fazer a massa. Agora é necessário 300g de farinha, 1 colher de chá de manteiga, 1 ovo, um pouco de sal (q.b.) e um pouco de açúcar (q.b.). Amasse bem a farinha com os outros ingredientes e estenda com o rolo da massa. Deve ser estendida de forma muito fina.
  • Por fim, forram-se as forminhas em forma de flor e vão ao forno a cozer, com a adição do recheio.

Vídeo


Queijadas da Graciosa
5 (100%) 5 avaliações