Poço da Ribeira do Ferreiro (Poço da Alagoinha) – Ilha das Flores

O Poço da Ribeira do Ferreiro, também conhecido como Poço da Alagoinha ou Lagoa das Patas, está situado na freguesia da Fajã Grande, Ilha das Flores, arquipélago dos Açores.

Considerado por muitos um local paradisíaco e de passagem obrigatória na ilha, este incrível poço tem como destaque a falésia de onde saem as águas das diversas cascatas ali presentes, além de uma vegetação intensa para completar esta maravilha açoriana. Importante registar que o Poço da Alagoinha integra a Zona da Reserva Florestal do Morro Alto, uma área destinada a proteção ambiental e preservação permanente.

Eu, desde a primeira vez que te vi, fiquei loucamente apaixonado…
Eu, desde a primeira vez que te vi, fiquei loucamente apaixonado…
Fotografia de Mário Raposo

O que mais chama atenção é a formação do Poço da Ribeira do Ferreiro, a partir do encontro de todas as cascatas, a tornar o visual inesquecível, ideal para relaxar, meditar e contemplar o silêncio predominante na região. É um local que não pode ficar de fora do seu roteiro de viagem, e óptimo para registar magníficas fotos.

Portanto, ao viajar para a Ilha das Flores, certamente irá desfrutar e apreciar o fantástico Poço da Ribeira do Ferreiro, um local de beleza natural exuberante, a atrair visitantes do mundo todo. Imperdível!

História do Poço da Ribeira do Ferreiro

Acredita-se que o desbravamento da costa ocidental das Flores teve início no século XVI. A ilha é uma das mais bonitas dos Açores, reflexo das riquezas que a compõe. O nome Lagoa das Patas surgiu devido à grande quantidade destes animais, principalmente durante a época da migração dos patos bravos, a utilizar a lagoa como habitat.

E como o nome da Ilha das Flores deve-se ao fato da sua variedade de flores e plantas encontradas nesta localidade, o Poço da Alagoinha não poderia ser diferente. O lugar é repleto de uma flora bem diversificada, realçada por um colorido fenomenal.

Poço da Ribeira do Ferreiro
Poço da Ribeira do Ferreiro
Fotografia de Silvia Freitas

Outro ponto interessante na história da região são os vários alojamentos sustentáveis, como a Aldeia da Cuada (Turismo Rural), que foi abandonada por volta dos anos 60 na emigração da população regional para a América. Atualmente, a aldeia foi restaurada graças ao casal Teotónia e Carlos Silva, a fim de manter preservada a cultura e arquitetura de épocas passadas, marcada pela agricultura e casas feitas de pedra.

Atração e Trilho Pedestre

Para chegar até ao Poço da Ribeira do Ferreiro, irá percorrer cerca de 700 metros de trilho pedestre (aproximadamente 10 a 15 minutos), iniciado próximo da ponte sobre a Ribeira do Ferreiro. Como não é possível chegar ao local de carro, recomenda-se o uso de calçado apropriado, por causa do piso irregular.

Apesar da subida ser um pouco complicada, a recompensa no final é gratificante. A sensação de caminhar entre as árvores é única, sentir toda natureza à sua volta é indescritível. Uma dica: se fizer a visita no horário da tarde, o sol estará de frente para a cascata, a apresentar uma iluminação verde sensacional. Vale a pena programar a visita para este horário!

Poço da Ribeira do Ferreiro, Flores - Azores

Por fim, ressalta-se que este percurso faz parte do trilho PR2FLO, e tem cerca de 13 km. O trajecto inicia-se na Igreja do Lajedo e finaliza na Fajã Grande. Para os amantes de trilhos, é a principal opção para quem estiver nas Flores, com uma duração média de 3 horas e 30 minutos de caminhada e recheada de paisagens de tirar fôlego.

Localização no Mapa

Fotos

Cascatas
Cascatas
Fotografia de Sónia Castro
Poço da Ribeira do Ferreiro
Poço da Ribeira do Ferreiro
Fotografia de José Maria Sousa

Vídeos

Poço da Ribeira do Ferreiro (Poço da Alagoinha) – Ilha das Flores
Avalie este conteúdo