Montanha do Pico – Informações e dicas para subir a montanha

A Montanha do Pico está localizada na Ilha do Pico sendo o ponto mais alto de Portugal e o terceiro maior do Atlântico, com 2.351 metros de altitude, e faz parte de uma reserva natural que tem como objetivo a preservação e conservação de toda sua área ambiental.

É uma ótima opção para quem gosta de aventura e emoção, tornando-se indispensável no roteiro da sua viagem.

A Montanha do Pico, de origem vulcânica há 750 mil anos, oferece aos turistas uma vista magnífica da natureza à sua volta. A mistura do azul do céu com o azul da água e todo o verde da vegetação resume-se numa beleza indescritível.

Quem subir até ao topo da montanha será capaz de observar uma cratera central do vulcão, conhecido como Pico Grande. O interior dessa cratera é constituído por um cone de lava com 70 metros de profundidade, denominado Pico Pequeno ou Piquinho, que exala fumarolas. A sua última erupção ocorreu em 1718.

Pico à Vista
Pico à Vista
Fotografia de Ana Cris

Mas atenção: antes de colocar a Montanha do Pico no seu roteiro, veja abaixo algumas dicas e cuidados que devem ser tomados por todos os interessados nesta aventura e visita.

Subir a Montanha do Pico

Subir a Montanha do Pico não é uma tarefa fácil. Trata-se de uma aventura que requer preparação física e muitos cuidados, tendo em vista as dificuldades encontradas durante o percurso.

Inicialmente, deverá ter como ponto de paragem obrigatória a Casa da Montanha. É neste local que irá obter todas as informações e o apoio necessário para a subida, além do registro exigido pelo Regulamento de Acesso à Reserva Natural da Montanha do Pico.

O acesso à Montanha do Pico é limitado, faça aqui a sua reserva para Subida à Montanha com guia incluído

O tempo aproximado, tanto para subir quanto para descer, é de 3 a 4 horas, já que o percurso possui, em média, 7.500 metros. Por isso, é fundamental que tenha condições físicas e esteja preparado para caminhar por diversas horas.

Os menores de 16 anos só podem realizar o percurso se estiverem acompanhados pelos pais ou responsável maior de idade. Vale ressaltar que são cobradas taxas para subir a Montanha do Pico, veja abaixo mais detalhes.

Montanha do Pico
Montanha do Pico
Fotografia de Claudia Prata

Equipamento necessário e recomendado

Os equipamentos recomendados para subir a Montanha do Pico são: botas apropriadas para trilhos, roupas leves e frescas, comida e bebida (água preferencialmente), protetor solar e, é claro, uma máquina fotográfica para registrar cada momento.

Na hipótese de realizar a subida ou descida no período noturno, não pode esquecer de levar uma lanterna. Se for pernoitar, leve materiais para dormir. Os equipamentos são itens indispensáveis para a sua segurança, sem eles não é possível subir a Montanha do Pico.

Gostaria de pernoitar na Montanha do Pico? Faça aqui a sua reserva para Subida à Montanha com guia incluído e pernoita
Piquinho do Pico
Piquinho do Pico
Fotografia de Cátia Almeida

Condições meteorológicas

Uma dica muito importante são as previsões meteorológicas e as informações prestadas pelos guias antes de ir à Montanha do Pico.

Os guias conhecem bem a região e sabem as verdadeiras condições para realizar o trilho sem nenhum perigo. No inverno também é possível realizar o trajeto, desde que verificada as reais condições para a subida, sem trazer complicações e riscos aos visitantes.

Recomenda-se subir a Montanha do Pico em estações com melhor visibilidade e sem condições adversas, como no verão.

Horários

16 de outubro a 30 de abril
Aberto todo os dias das 08h00 às 18h00;

01 a 31 de maio | 01 – 15 de outubro
Aberto de segunda a quinta das 08h00 às 20h00;
Aberto de sexta desde as 08h00 às 20h00 de domingo sem interrupções;

01 de junho a 30 de setembro
Aberto todo os dias 24 horas;

Preços & Taxas

Taxas de Subida à Montanha:

Crianças até 6 anos: grátis
Residentes na Região Autónoma dos Açores: grátis

Subidas autónomas:
Subida até à Furna Abrigo: 2€
Subida até à Cratera: 15€
Subida até ao Pico Pequeno/Piquinho: 20€
Pernoita na Cratera: 10€

Subidas com entidades registadas como empresas de animação turística, agências de viagens, empreendimentos de turismo de natureza e empresas proprietárias ou exploradoras de empreendimentos turísticos, acompanhadas de um Guia da Montanha:

Subida até Furna Abrigo: 2€
Subida até à Cratera: 5€
Subida até ao Pico Pequeno/Piquinho: 7€
Pernoita na Cratera: grátis

Subidas com entidades anteriormente mencionadas que sejam aderentes ao programa “Parceiro para o Desenvolvimento Sustentável”:

Subida até Furna Abrigo: 1€
Subida até à Cratera: 2,5€
Subida até ao Pico Pequeno/Piquinho: 3,50€
Pernoita na Cratera: grátis

A informação de preços e taxas foi revista a 14 de Junho de 2018.

Reservar Subida à Montanha do Pico

Dado o limite diário de subidas à Montanha do Pico,  e tendo em conta a grande procura por esta actividade, recomendamos que efetue a sua reserve atempadamente, através do site criado especificamente para o efeito, poderá obter mais informações.

Ilha do Pico
Ilha do Pico
Fotografia de Jorge Rodrigues

Portanto, se gosta de aventura e é apaixonado por belas paisagens, não deixe de subir a Montanha do Pico. É uma experiência única e incrível!

Pacotes de actividades incluindo a Montanha do Pico:

> Subida da Montanha do Pico com guia incluído, clique aqui
> Subida da Montanha do Pico com pernoita, clique aqui

Vídeo subida à montanha

Veja também: Empresas de Turismo nos Açores