Barreiro da Faneca, “Deserto Vermelho” dos Açores – Santa Maria

O Barreiro da Faneca, localizado na Ilha de Santa Maria, é considerado o “Deserto Vermelho” do Arquipélago dos Açores.

Chama à atenção pelo seu espaço de coloração vermelha intensa causado pela paisagem árida e argilosa, lembrando muito o planeta Marte. A área é classificada como Paisagem Protegida e possui aproximadamente 8.35 km².

Irá encontrar no Barreiro da Faneca uma atração turística totalmente diferente das outras visitadas nos Açores, que são – na sua maioria – predominadas por uma vegetação verde. É interessante realizar os percursos presentes nos diversos recantos e conhecer os fantásticos sítios deste Deserto Vermelho.

Deserto Vermelho dos Açores
Deserto Vermelho dos Açores
Fotografia de Carla Dias

Portanto, não deixe de conhecer o Deserto Vermelho, um lugar imperdível que mistura o verde das vegetações, o azul do mar e no centro de tudo, o vermelho do deserto. Vale a pena acrescentar o Barreiro da Faneca ao seu roteiro de viagem.

 

História

Como em toda a região, este local tem a sua origem ligada à vulcanologia . Faz parte de uma unidade geológica conhecida como “Formação de Feteiras”, devido à ocorrência de ação vulcânica mais recente na Ilha de Santa Maria, com características explosivas e composto por piroclastos, substituído depois pela argila vermelha, sofrendo influências do clima quente e húmido.

O Barreiro da Faneca está localizado dentro de uma área de Paisagem Protegida e obteu forte presença das antigas escoadas lávicas basálticas cobertas por cinzas vulcânicas. Esta área de proteção abrange desde a Ponta dos Frades até à Ponta do Norte, incluindo, além do Barreiro da Faneca, as Baías do Raposo, da Cré e do Tagarete.

Importante destacar que esta paisagem possui relevo ondulado, com declives suaves e pequenas ravinas, decorrentes da água das chuvas. Para manter o terreno argiloso, principal atributo do Barreiro da Faneca, são realizadas ações controladas de desflorestamento a fim de evitar o avanço da vegetação e a cobertura deste terreno.

Vista Barreiro Da Faneca
Vista Barreiro Da Faneca
Fotografia de Rodrigo Pereira Aguiar

Curiosidades

À volta do Deserto Vermelho, poderá observar várias espécies da flora endémicas dos Açores, como o pau-branco, o louro-da-terra, a malfurada e a urze. O mais interessante é que no meio destas espécies encontra-se o deserto, deixando a paisagem com um contraste diferente.

Outro facto é que este local, por décadas, teve sempre pouca vegetação em toda a sua área. No entanto, houve um aumento espontâneo da vegetação nos últimos anos, em torno de 70%, e como consequência a região está recoberta por espécies vegetais consideradas invasoras.

Desta forma, foi necessário realizar o controle da área, por meio do Plano Regional de Erradicação e Controlo de Espécies de Flora Invasora em Áreas Sensíveis, o PRECEFIAS. Assim, a intervenção retirou cerca de 12.000 m² de espécies invasoras, com custo de 55.000,00 €, cuja a finalidade foi preservar a essência do Barreiro da Faneca. As espécies invasoras de vegetação removidas forams: o incenso, o pinheiro bravo, o pica-rato e o feto.

Vista Barreiro Da Faneca
Vista Barreiro Da Faneca
Fotografia de Rodrigo Pereira Aguiar

Vídeo

O Barreiro da Faneca é um geossítio pertencente ao Geoparque Açores e tem relevante valor nacional, científico, pedagógico e turístico.

Um dos geossítios mais visitado na Ilha de Santa Maria e visualmente bem diferente dos demais, não pode deixar de visitar este fantástico deserto.


Avalie este conteúdo