Paisagem Cultural da Vinha do Pico – Ilha do Pico

A Paisagem Cultural da Vinha do Pico, localizada na Ilha do Pico, arquipélago dos Açores, está na categoria de Património Mundial da UNESCO desde o ano de 2004. Foi uma conquista extremamente importante para a região, que preenche uma área total de 987 ha e uma zona tampão com 1.924 ha.

O seu território engloba parcialmente as costas Norte e Sul, e a costa Oeste da Ilha do Pico, tendo como referência dois sítios históricos, o Lajido da Criação Velha e o Lajido de Santa Luzia, ricos em beleza natural e bonitas paisagens, possuindo uma arquitetura tradicional ligada à cultura da vinha, que é toda cultivada em campos de lava preta.

Património da Vinha
Património da Vinha
Fotografia de António Faria

É possível observar na localidade vários muros paralelos e perpendiculares à costa, penetrando em direção ao interior da ilha, cujo objetivo é proteger as videiras do vento e da água do mar. Além disso, observa-se também uma fauna e flora bem diversificada, com várias espécies e comunidades endémicas, raras e consideradas áreas de proteção permanente.

Ao visitar a Ilha do Pico, não deixe de conhecer a Paisagem Cultural da Vinha do Pico, local de visita obrigatória. Vale a pena!

História da Paisagem Cultural da Vinha do Pico

O surgimento da Paisagem Cultural da Vinha do Pico deu-se após a chegada dos primeiros povoadores da Ilha do Pico e dos Açores, em meados de 1460. De origem vulcânica, o solo não tinha capacidade de cultivar cereais, mas era propício à cultura do vinho, graças ao microclima positivo e às características das rochas vulcânicas.

Foi a partir do século XIX que a produção de vinho atingiu o seu melhor momento, devido à espetacular manta de retalhos de pequenos campos, de edificações e quintas. O vinho era exportado pelo porto da cidade da Horta, na ilha vizinha do Faial, para países como a Alemanha, Brasil, Índias Ocidentais, Inglaterra, Rússia e outros. Eram produzidos cercas de 12.000 a 15.000 pipas.

Porém, essa grande alegria tornou-se um grande problema. Duas pragas conhecidas como Oídio e Filoxera devastaram as vinhas, fazendo com que a produção fosse reduzida para apenas 100 pipas. Como consequência, houve o aumento da emigração dos trabalhadores rurais e o abandono das áreas de vinha.

Em 1951, com a intenção de ajudar e salvar a produção de vinho da região, foi criada a Adega Cooperativa Vitivinícola do Pico. Já em 1982, surgiu o Museu do Vinho e a Festa das Vindimas, que acontece todo mês de setembro com a finalidade de revitalizar os aspectos socioculturais relacionados à produção do vinho.

No ano de 1986, a legislação assegurou a proteção da arquitetura tradicional herdada dos núcleos das adegas. Em 2004, a UNESCO classificou a Paisagem Cultural da Vinha do Pico como Pratimónio Mundial, tornando-se, hoje, uma região de enorme valor histórico e cultural dos Açores, atraindo turistas do mundo inteiro.

Visitar e conhecer

Para conhecer a Paisagem Cultural da Vinha do Pico é fundamental que vá até ao Centro de Interpretação, situado no Lajido de Santa Luzia, área definida como Paisagem Protegia da Cultura da Vinha e ponto de partida para a compreensão de toda a região.

Centro de Interpretação da Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico

Tem a possibilidade de assistir um documentário a respeito da Paisagem da Cultural da Vinha do Pico e obter informações sobre este Património Mundial. Há também visitas guiadas aos “currais” de vinha e de figueira, aos tradicionais interiores de um armazém e de um alambique que ainda funcionam, além de realizar um percurso ao núcleo do Lajido, para compreender a ligação do edifício com a cultura da vinha e da figueira.

Durante o passeio poderá ainda visitar os campos de lava, denominados “lajidos”, local por onde a lava trilhou no passado, numa paisagem repleta de belezas e espécies de flora endémica da Ilha do Pico. Por fim, uma diversidade de vinhos podem ser degustados e comprados.

Contactos

Morada: Lajido de Santa Luzia, 9940 -108 S. Roque do Pico
Telemóvel: (+351) 965 896 313
E-mail: pnpico.culturadavinha@azores.gov.pt

Horário

De 01 de Novembro até 31 de Março
De terça-feira a sexta-feira: 10h00 às 17h00
Sábados, Domingos e feriados: 14h00 às 17h30
Encerrado à segunda-feira | 1 janeiro | terça Carnaval | domingo Páscoa | 25 dezembro

De 01 de Abril a 31 de Outubro
Todos os dias: 10h00 às 18h00
Encerrado no domingo de Páscoa

Visitas guiadas

Disponível mediante marcação prévia
Duração da visita: 30 a 45 minutos
Número de pessoas por visita: 4 – 20

Preço

Criança (0 – 6 anos) – deverão ser acompanhadas por um adulto: Grátis
Júnior (7 – 14 anos): 1,00 €
Adulto (15 – 64 anos): 3,00 € (Inclui oferta de degustação de um vinho licoroso – apenas para maiores de 18 anos)
Sénior (+ 65 anos): 2,00 € (Inclui oferta de degustação de um vinho licoroso)
Família (2 adultos e filhos até 14 anos): 6,00 € (Inclui oferta de degustação de dois vinhos licorosos)
Residente na RAA*: Grátis, mediante apresentação do Cartão de Cidadão

Localização no Mapa

Vídeo

Como sugestão, aproveite para levar um vinho de recordação!